Saiba como aumentar seu rendimento na corrida seguindo estes simples passos.

Atualizado: 2 de Mai de 2020

No post de hoje vamos compartilhar dicas de como aumentar o rendimento e garantir mais saúde para seu corpo e pés neste exercício tão democrático que é a corrida.




Corrida, tipos de pés e tênis adequado para a prática.


A corrida além de ser um excelente exercício físico, para melhorarmos nosso condicionamento cardiorrespiratório, diminuirmos processos de ansiedade e estresse, bem como o combate a depressão, contribui de forma muito eficaz para a diminuição da gordura corporal.



É uma das atividades mais democráticas que existe, pois exige apenas a vontade de iniciar e um baixo investimento financeiro por não prescindir de nenhuma ferramenta especifica, além de ser uma atividade que depende única e exclusivamente de você, ou seja, você pode praticar sozinho ou em grupo, como preferir.



Contudo, se quisermos levar a corrida mais a sério, como uma forma eficaz e continua de condicionamento físico, ela exige alguns cuidados, como estarmos com a saúde estrutural (articulações, ossos ...) e orgânica (coração, pulmões ...) em dia.



Para mantermos a nossa saúde estrutural, por exemplo, além de uma boa prescrição de intensidade, progressão e intervalo da corrida, é muito importante conhecermos a estrutura do nosso corpo, ou seja, como ele se apresenta biomecanicamente. Por ser uma sucessão de saltos, a corrida apresenta uma importante serie de impactos, onde a estrutura corporal mais afetada por eles são os pés.



Você sabia que existem diferentes tipos de tênis para diferentes tipos de pés? Você já se perguntou qual comprar, qual se encaixa no seu pé?



Algum vendedor de calçados já te perguntou qual tipo de passada você tem, pronada, supinada? Pois bem, vou simplificar, a estrutura dos nossos pés se apresenta basicamente em três tipos, e os tênis específicos acompanham estas formas. Então, nossos pés podem ser; plano ou valgo (parte interna com maior contato e pressão no chão), também neste caso, observamos a diminuição ou ausência do arco longitudinal na sola do pé.


O outro tipo é o pé varo, quando a sola do pé fica voltada pra dentro, onde o ponto de maior pressão no chão, acontece na parte mais de fora da sola do pé, onde o arco geralmente fica elevado. O outro tipo de pé, é o neutro, que caracteriza-se por uma pisada mais uniforme na distribuição da carga na sola do pé.



Quem tem o pé valgo ou pronado, possui a passada pronada, no caso do pé varo, a passada supinada e por fim, os de pés neutros, com a passada neutra.



Simplificando ainda mais, você pode pegar um calçado usado e olhar para sua sola, se ela estiver mais gasta na parte interna, você tem o pé valgo com passada pronada, se ela estiver mais gasta na pare externa, você tem o pé varo com passada supinada e se estiver uniforme, seu pé é neutro com a passada neutra.



Então, não erre na hora comprar seu tênis, isto pode lhe trazer inúmeros problemas articulares, que algumas vezes, poderão lhe causar dores e até mesmo a impossibilidade de continuar praticando seus exercícios físicos. Se ainda tiver com dúvidas e precisar de ajuda, ficaremos muito felizes em te ajudar.



#dicasdeblog #OxBlog #saude #vida #corrida #treino #mente #democratico #mudanca #sonhos #voce